ANP prorroga períodos exploratórios de blocos na Foz do Amazonas

Pedido foi submetido pela Total em setembro de 2020, quando renunciou à operação dos cinco blocos e anunciou a venda de sua participação à Petrobras

A diretoria da ANP prorrogou o término do primeiro e segundo períodos exploratórios dos blocos FZA-M-57, 86, 88, 125 e 127, localizados na Bacia da Foz do Amazonas. Os novos prazos são 17 de julho de 2022 e de 2025, respectivamente. Em reunião na quinta-feira (11/2), a agência aprovou parcialmente o pleito da Total E&P…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
você pode gostar também