Parte do bloco de Libra é devolvido à ANP

Decisão ocorre oito anos depois de Petrobras, Shell, Total, CNPC e CNOOC arrematarem o ativo no primeiro leilão de partilha de produção

A devolução da área Sudeste do bloco de Libra, na Bacia de Santos, realizada na sexta-feira (16/4) pelo consórcio formado pela Petrobras, Shell, Total, CNPC e COOC, reforça a tendência de que o desenvolvimento da área fique limitado a quatro FPSOs (três estão em fase de construção e um está em processo de licitação), a…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
você pode gostar também