Radar » Cade decide pelo “não conhecimento” da parceria proposta pela Saipem e Technip

E&PNegócios

Petrobras conclui venda de campos onshore

Subsidiária da Petrorecôncavo adquiriu 34 ativos na Bacia Potiguar

b


A Petrobras finalizou hoje a venda da totalidade da sua participação em 34 campos de produção terrestres na Bacia Potiguar para a Potiguar E&P S.A, subsidiária da Petrorecôncavo S.A.

A operação foi concluída com o pagamento de US$ 266 milhões para a Petrobras, após o cumprimento de todas as condições precedentes e ajustes previstos no contrato. A companhia já havia recebido US$ 28,8 milhões a título de depósito na data de assinatura, em 25 de abril de 2019. Além disso, haverá o pagamento de US$ 61,5 milhões condicionado à obtenção da extensão do prazo de concessão de 10 das 34 concessões.

A gerente executiva de Gestão de Portfólio da Petrobras, Ana Paula Saraiva comemorou a conclusão da operação: “Esses 34 campos no Rio Grande do Norte vão fomentar a indústria de exploração e produção em terra, enquanto a Petrobras foca em águas profundas e ultraprofundas, onde tem diferencial competitivo”.

Marcelo Magalhães, CEO da Petrorecôncavo, definiu a aquisição como um marco para o setor. “Estamos certos de que será um sucesso e abrirá o caminho para que outras operadoras venham e a gente possa retomar os investimentos no nordeste brasileiro”

Sobre os campos

Os 34 campos produziram média de 5,8 mil boed em 2019. Todas as concessões são 100% Petrobras, à exceção de Cardeal e Colibri – onde a estatal detém 50% de participação, tendo a Partex Brasil como operadora, com 50% de participação – e dos campos de Sabiá da Mata e Sabiá Bico-de-Osso, em que a companhia tem 70% de participação, em parceria com a Sonangol Hidrocarbonetos (operadora, com 30%).


você pode gostar também
Abrir Whatsapp
Precisa de Ajuda?
Olá! posso te ajudar?