Reino Unido tem o regime fiscal mais atraente para o offshore, diz Rystad

Brasil aparece em 8º posição, atrás de Argentina e Colômbia

Quando se trata da atratividade do regime fiscal para o desenvolvimento de megaprojetos offshore, o Reino Unido reúne as melhores condições para gerar lucratividade às operadoras. A conclusão é da Rystad Energy, em estudo divulgado na segunda-feira (18/1). A partir de simulações com base em diversos parâmetros fiscais existentes, o estudo tomou como referência o…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
você pode gostar também